Contas de sírios bloqueadas no exterior serão usadas para compra de alimentos

domingo, 17 de novembro de 2013 10:41 BRST
 

ABU DABI - 17 de Nov (Reuters) - Contas bancárias de sírios que foram bloqueadas no exterior estão sendo gradualmente liberadas para uso em compras de alimentos, disse à Reuters neste domingo o chefe da Organização Geral de Comércio Exterior da Síria (GFTO, na sigla em inglês), com a França sendo o país mais comprometido com a liberação dos fundos.

A União Europeia, os Estados Unidos e outros países ocidentais impuseram sanções ao governo do presidente Bashar al-Assad após a forte repressão ao movimento de revolta em seu país, mas essas restrições não se aplicam a alimentos.

A União de Bancos Árabes e Franceses (UBAF) aprovou a liberação de recursos para as compras, disse por telefone à Reuters Tarek al Taweel, diretor da GFTO.

"O Banco UBAF na França tem sido muito cooperativo", disse Taweel.

Em setembro a França liberou o uso dos ativos sírios bloqueados para financiar a exportação de alimentos para a Síria como parte de um sistema da União Europeia que permite que esses fundos sejam usados ​para fins humanitários.

(Reportagem de Maha El Dahan)