Goldman Sachs pode vender negócio de armazenagem de metais--fonte

segunda-feira, 18 de novembro de 2013 16:58 BRST
 

NOVA YORK/LONDRES, 18 Nov(Reuters) - O Goldman Sachs planeja retomar negociações com interessados em comprar seu negócio de armazenagem de metais agora que as novas regras de negociação em bolsa foram divulgadas, informou uma fonte próxima ao assunto nesta segunda-feira.

As conversas com potenciais compradores, que são principalmente empresas sediadas fora dos Estados Unidos, não são parte de um processo formal de vendas, informou a fonte.

Mais de doze instituições expressaram interesse em comprar o negócio, segundo o Financial Times, primeiro a reportar as negociações mais cedo, nesta segunda-feira.

O jornal disse que entre os compradores estariam empresas chinesas, incluindo a seguradora Ping An e a China Minmetals. O brasileiro BTG Pactual também está procurando ativamente este tipo de ativo.

A Metro International Trading Services, comprada pelo banco em 2010 por cerca de 500 milhões de dólares, armazena alumínio e outros metais como parte do sistema de armazenagem da Bolsa de Metais de Londres (LME, na sigla em inglês).

A Metro está no centro de uma controvérsia sobre a posse de ativos físicos de commodities por Wall Street. A controvérsia esquentou depois que o banco foi acusado de aumentar tempos de espera e preços para consumidores de metais, incluindo fabricantes de automóveis e fabricantes de latas para bebidas.

(Por Jonathan Leff e David Sheppard)