Wall St fecha em queda após comentários cautelosos de Icahn

segunda-feira, 18 de novembro de 2013 20:06 BRST
 

NOVA YORK, 18 Nov (Reuters) - Os índices dos Estados Unidos S&P 500 e Nasdaq fecharam em queda nesta segunda-feira, enquanto o índice Dow Jones não conseguiu superar o nível de 16.000 pontos após comentários cautelosos do investidor Carl Icahn sobre o mercado de ações gerar vendas na reta final do pregão.

O Dow Jones fechou em alta de 0,09 por cento, a 15.976 pontos, o S&P 500 recuou 0,37 por cento, a 1.791 pontos. O indicador tecnológico Nasdaq perdeu 0,93 por cento, a 3.949 pontos.

O Dow Jones e o S&P 500 recuaram dos níveis recordes, faltando menos de uma hora para acabar a sessão desta segunda-feira. O Nasdaq, que tinha tido um desempenho ligeiramente baixo na maior parte do dia recuou para a mínima da sessão.

Falando durante o encontro Reuters Global Investment Outlook, Icahn disse que está "muito cauteloso" sobre o mercado de ações, afirmando que ele poderia ver uma "grande queda", porque os ganhos em muitas empresas são alimentados mais por baixos custos de empréstimos do que pela força da administração.

Ele também deu dicas sobre seu plano para a Apple Inc, a ação mais valiosa dos EUA em valor de mercado, dizendo não querer lutar contra a gestão da fabricante do iPhone. E também disse não ter planos de se afastar de seu investimento. As ações ampliaram suas perdas após seus comentários, terminando queda de 1,2 por cento, a 518,63 dólares.

O Nasdaq foi abatido por vendas generalizadas em papéis de mídias sociais e ações relacionadas ao serviço de nuvem, incluindo Facebook que teve queda de 6,5 por cento, a 45,83 dólares.

A Tesla também registrou forte queda de mais de 10 por cento, para 121,58 dólares. As ações da fabricante de carros elétricos já perdeu quase 24 por cento no acumulado do mês.