Exxon venderá operações de energia em Hong Kong por US$3,4 bi

terça-feira, 19 de novembro de 2013 09:47 BRST
 

HONG KONG, 19 Nov (Reuters) - A Exxon Mobil acertou a venda de seus negócios de energia em Hong Kong por 3,4 bilhões de dólares à CLP Holdings e à estatal China Southern Power Grid, ajudando a grande petroleira norte-americana a levantar recursos para investir mais dinheiro em suas operações principais.

Muitas petroleiras globais integradas estão empenhadas em controlar seus gastos e colocar dinheiro nos bolsos de investidores através de vendas de ativos, recompras de ações ou dividendos à medida que analistas se queixam sobre os preços dos papéis em queda.

As empresas também têm lutado para aumentar a produção e têm gasto muito dinheiro em novos projetos em anos recentes. Nos primeiros nove meses deste ano, a Exxon sozinha gastou 33 bilhões de dólares.

A CLP, que tem o apoio da rica família Kadoorie de Hong Kong, fechou a compra da metade da fatia de 60 por cento detida pela Exxon na companhia elétrica Castle Peak, de Hong Kong, por 12 bilhões de dólares de Hong Kong (1,6 bilhão de dólares), e a CSG acertou a compra dos outros 30 por cento.

A CSG confirmou a compra planejada em um comunicado separado, mas não divulgou quanto pretende pagar pela participação. Uma pessoa próxima à transação disse à Reuters que a CSG também pagará 12 bilhões de dólares de Hong Kong.

A Exxon, a maior petroleira do mundo em valor de mercado, também está vendendo sua fatia de 51 por cento na Hong Kong Pumped Storage Development por 2 bilhões de dólares de Hong Kong à CLP.

(Por Denny Thomas e Charlie Zhu)