Santander Brasil vê despesas crescendo metade da inflação em 2014--CEO

terça-feira, 19 de novembro de 2013 15:48 BRST
 

SÃO PAULO, 19 Nov (Reuters) - O Santander Brasil tem como meta para 2014 que suas despesas cresçam na metade do ritmo do inflação do país no período, disse nesta terça-feira a jornalistas o presidente-executivo da instituição, Jesús Zabalza.

Ele disse também que o crescimento da carteira de crédito do banco deve ser beneficiado por menor agressividade dos bancos públicos. Na véspera, Zabalza previu crescimento de 12 a 14 por cento da carteira de crédito do banco em 2014, acima da média do mercado.

"Pelo que ouço das autoridades, parece que os bancos públicos vão crescer menos no ano que vem", disse o executivo a jornalistas.

Além de focar no crédito para pessoas físicas, pequenas e medias empresas e projetos de infraestrutura para grandes empresas, o executivo afirmou que pretende crescer mais no crédito consignado.

"Em consignado eu gostaria de crescer mais do que neste ano", disse, acrescentando que isso deve ocorrer organicamente.

INFRAESTRUTURA

Na véspera, Zabalza dissera que o banco tem 10 bilhões de dólares disponíveis para financiar projetos de infraestrutura imediatamente.

Assim que os recursos forem consumidos, o banco pode colocar mais 10 bilhões à disposição, disse nesta terça-feira, acrescentando que o banco vai acompanhar seus clientes em leilões de aeroportos, ferrovias e rodovias.

A compra de fatia majoritária da empresa de meios de pagamento Getnet deve sair ainda neste ano, concluiu Zabalza. (Por Natalia Gómez)