CVM multa ex-presidente do Banco Panamericano em R$877,2 mil

terça-feira, 19 de novembro de 2013 20:53 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 19 Nov (Reuters) - A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) decidiu aplicar multa de 877,2 mil reais ao ex-presidente do banco Panamericano Rafael Palladino, em processo julgado nesta terça-feira por uso de informação privilegiada.

De acordo com a autarquia, o executivo negociou ações do banco, com o uso de sua empresa Max Control Assessoria e Investimento, em setembro e outubro de 2010, antes da publicação de fato relevante em novembro daquele ano, quando foi anunciado aporte de 2,5 bilhões de reais do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) na instituição.

A Max Control vendeu um total de 85 mil ações do banco, evitando um prejuízo de 292,4 mil reais, segundo a CVM.

O acusado poderá apresentar recurso, com efeito suspensivo, ao Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional.

(Por Juliana Schincariol; Edição de Luciana Bruno)