Estoques de empresas dos EUA têm crescimento mais alto em 8 meses

quarta-feira, 20 de novembro de 2013 15:22 BRST
 

WASHINGTON, 20 Nov (Reuters) - Os estoques das empresas dos Estados Unidos subiram mais que o esperado em setembro conforme as vendas avançaram pouco, sugerindo que a estimativa do governo de crescimento no terceiro trimestre pode ser revista para cima.

O Departamento de Comércio disse nesta quarta-feira que os estoques cresceram 0,6 por cento, no maior avanço desde janeiro, após avançarem 0,4 por cento em agosto.

Economistas consultados pela Reuters haviam estimado crescimento de 0,3 por cento nos estoques em setembro.

Os estoques são um componente chave de alterações no Produto Interno Bruto. Estoques de varejo, excluindo automóveis --que entram no cálculo do PIB-- subiram 0,4 por cento após uma elevação de 0,3 por cento em agosto.

O aumento nos estoques, sem automóveis, indica que o governo elevará sua estimativa de crescimento de 2,8 por cento para o terceiro trimestre quando publicar suas revisões para o Produto Interno Bruto.

A taxa de acumulação de estoque em face do anêmico gasto dos consumidores sugere que as empresas terão pouco apetite para manter o ritmo no quarto trimestre, o que, segundo economistas, deve pesar sobre o crescimento do PIB.

As vendas das empresas cresceram 0,2 por cento em setembro após avançarem 0,3 por cento no mês anterior. Considerado o ritmo de vendas de setembro, seria necessário 1,29 mês para que as empresas esvaziassem as prateleiras.

(Por Lucia Mutikani)