Consórcio liderado por Aperam eleva oferta pela usina de aço da Outokumpu

quinta-feira, 21 de novembro de 2013 15:11 BRST
 

LONDRES, 21 Nov (Reuters) - Um consórcio encabeçado pela produtora de aço inoxidável Aperam aumentou seu lance pela usina siderúrgica italiana de Terni, à venda pela concorrente Outokumpu, em um negócio que remodelaria a indústria de aço da Europa.

O consórcio, que inclui os produtores de aço italianos Arvedi e Marcegaglia, apresentou a maior oferta na última semana - porque a Outokumpu avalia todas as ofertas até o momento como muito baixas - que é válida até a próxima sexta-feira, disseram duas fontes familiarizadas com a situação.

A finlandesa Outokumpu aceitou vender a usina de Terni há mais de um ano para ganhar autorização para a aquisição da unidade Inoxum, da ThyssenKrupp.

A unidade - considerada uma das fábricas de aço inoxidável mais avançados da Europa - possui uma importância estratégica devido a sua proximidade com os compradores de aço na Itália, um dos principais mercados de aço, mas a sua rentabilidade tem sido duramente afetada por uma queda no mercado de aço.

Além do consórcio da Aperam, outros grupos interessados na fábrica incluem a siderúrgica taiuanesa Yieh United Steel e os fundos de private equity dos Estados Unidos Apollo e One Equity Partners, da JPMorgan.

A Outokumpu afirma esperar que a compra seja completada ainda este ano, mas negou dar mais detalhes. A Aperam, desmembrada pela ArcelorMittal em 2011 sendo que a família Mittal manteve a maior participação, disse que continua interessada na fábrica, mas não deu mais detalhes.

(Reportagem de Silvia Antonioli)