Dólar sobe 1,64% e volta a R$2,30 após Fed sugerir corte no estímulo nos EUA

quinta-feira, 21 de novembro de 2013 17:03 BRST
 

SÃO PAULO, 21 Nov (Reuters) - O dólar subiu mais de 1 por cento nesta quinta-feira, maior alta em mais de duas semanas e voltou ao patamar de 2,30 reais, reagindo aos novos sinais de que o início da redução do programa de estímulos nos Estados Unidos pode ocorrer em breve.

A moeda norte-americana avançou 1,64 por cento, para 2,3073 reais na venda. É a maior alta para a divisa no fechamento desde 5 de novembro, quando subiu 1,98 por cento. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de 1,6 bilhão de dólares.

(Por Bruno Federowski)