Inconstitucionalidade de planos monetários teria impacto econômico--BC

sexta-feira, 22 de novembro de 2013 16:03 BRST
 

BRASÍLIA, 22 Nov (Reuters) - Caso o Supremo Tribunal Federal tome uma decisão favorável à correção das cadernetas de poupança por conta dos planos monetários dos anos 1980 e 1990, significaria impacto na atividade econômica podendo haver retração da ordem de 1 trilhão de reais no crédito, afirmou nesta sexta-feira o procurador-geral do Banco Central, Isaac Sidney.

Após encontro com o presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, ele afirmou ainda não haver risco de quebra no Sistema Financeiro Nacional.

O presidente do BC, Alexandre Tombini, e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, fazem um périplo no STF para apresentar a posição do governo contrário à processos que pedem a inconstitucionalidade de planos monetários da época.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)