Bovespa tem leve alta por Vale e construtoras, apesar de queda de bancos

sexta-feira, 22 de novembro de 2013 17:58 BRST
 

SÃO PAULO, 22 Nov (Reuters) - Seguindo a tendência dos mercados externos, o principal índice da Bovespa encerrou esta sexta-feira com leve alta, apoiado nas ações da Vale e de construtoras, que suplantaram a influência negativa do setor financeiro.

O Ibovespa fechou com variação positiva de 0,21 por cento, a 52.800 pontos. O giro financeiro do pregão foi de 6,3 bilhões de reais.

A trajetória positiva dos mercados norte-americanos ajudou a bolsa brasileira a subir neste pregão, com o índice Dow Jones mantendo-se acima dos 16.000 pontos -- patamar superado pela primeira vez na quinta-feira-- e o S&P acima de 1.800 pontos.

"O (índice norte-americano) S&P 500 está nos 1.800 pontos, quebrando cada vez novas máximas. O mercado fica esperando que um pouco desse movimento venha para cá", afirmou o estrategista Alexandre Ghirghi, da Método Investimentos.

A alta desta sexta também foi uma reação às duas quedas anteriores do índice, disse Ghirghi.

O Ibovespa fechou a semana com queda acumulada de 1,22 por cento, afetado pela realização de lucros de investidores e temores quanto ao futuro da política monetária do banco central norte-americano.

A Vale, a BM&FBovespa e a incorporadora Gafisa foram as maiores influências positivas do dia.

Já a maior valorização ficou com a MMX, depois de a mineradora informar que a trading holandesa Trafigura adiantou 7,3 milhões de euros para uma fornecedora das obras de construção do Porto Sudeste.

Porém, as perdas do setor financeiro, que fizeram o Ibovespa recuar pela manhã, impediram um avanço mais significativo.   Continuação...