Governo congela parte de pagamento de dívidas de cafeicultores até 2015

sexta-feira, 22 de novembro de 2013 18:48 BRST
 

Por Nestor Rabello

BRASÍLIA, 22 Nov (Reuters) - O governo aprovou nesta sexta-feira a renegociação e o adiamento do pagamento de dívidas de cafeicultores que vencem entre julho de 2013 e junho do próximo ano para 2015, na tentativa de ajudar o setor que enfrenta dificuldades com baixos preços.

"As dívidas de custeio e comercialização serão renegociadas, com o primeiro vencimento em julho de 2015", disse o ministro Antônio Andrade, durante entrevista coletiva mais cedo em Brasília, quando antecipou o voto agrícola do Conselho Monetário Nacional (CMN) desta sexta-feira.

O café vem registrando as menores cotações internacionais em muitos anos, em meio às notícias de grande safra de café no Brasil, maior produtor e exportador global da commodity.

O Banco Central informou em nota que o governo autorizou a renegociação das parcelas vencidas ou que devem vencer entre 1º de julho de 2013 a 30 de junho de 2014 das operações de crédito rural dos produtores café arábica.

A medida vale para as dívidas de custeio, investimento e comercialização do café arábica no período referido.

Segundo a nota, os produtores interessados em renegociar suas dívidas rurais deverão informar às instituições credoras até 31 de janeiro.

FORMALIZAÇÃO

Já os bancos terão até 15 de julho do ano que vem para formalizar a renegociação destas dívidas, cujo pagamento da primeira parcela fica postergado para 2015.   Continuação...