Presidente do BCE rejeita proposta sobre risco de dívida soberana

domingo, 24 de novembro de 2013 13:27 BRST
 

BERLIM, 24 Nov (Reuters) - O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, rejeitou proposta de assessores para alterar a maneira como o risco de dívida soberana são classificadas e pediu mais trabalho sobre o tema, informou neste domingo a revista alemã Spiegel.

A crise da dívida na zona do euro mostrou os perigos de bancos comprarem títulos de dívida soberana como investimento teoricamente mais seguro, sobretudo depois que detentores de títulos gregos, por exemplo, foram atingidos pela crise no país.

O BCE se prepara para uma série de análise nos balanços patrimoniais dos bancos, antes de assumir o papel de supervisor das instituições financeiras da zona do euro em novembro de 2014.

A revista Spiegel afirmou que fontes do banco central estavam preocupadas com um debate sobre o atual sistema de financiamento dos governos, com o fato de que esse debate pudesse ser inoportuno.

As medidas sugeridas pelos assessores podem ter um grande impacto em como países atingidos pela crise se financiarão no futuro, disse a revista.

 
Presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, durante encontro de ministros das Finanças da zona europeia, em Bruxelas. Draghi rejeitou proposta de assessores para alterar a maneira como o risco de dívida soberana são classificadas e pediu mais trabalho sobre o tema, informou neste domingo a revista alemã Spiegel. 14/11/2013. REUTERS/Francois Lenoir