Banco Popular, da Espanha, vende divisão de imóveis a fundos dos EUA

segunda-feira, 25 de novembro de 2013 08:25 BRST
 

MADRI, 25 Nov (Reuters) - O Banco Popular, da Espanha, disse nesta segunda-feira que irá vender sua unidade de administração de propriedades a duas firmas de investimento dos Estados Unidos, em um acordo que pode chegar a cerca de 800 milhões de euros (1,1 bilhão de dólares), segundo uma fonte.

Pressionados por um colapso no mercado imobiliário doméstico, bancos espanhóis como o Popular têm fechado vendas conforme reforçam sua estrutura de capital antes de uma extensa revisão de seus ativos, que ocorrerá em toda a Europa no ano que vem.

O Popular afirmou que estava vendendo o negócio às firmas de investimento norte-americanas Kennedy Wilson e Varde Partners. O banco disse que ainda deterá uma participação minoritária no negócio, com serviços relacionados a empréstimos imobiliários podres e imóveis recuperados, com as firmas dos EUA assumindo o controle da divisão.

A transação é potencialmente maior que um acordo similar que está sendo negociado pelo Santander. O Popular não quis se manifestar sobre o valor do negócio, dizendo apenas que havia, em princípio, acertado um acordo com as firmas norte-americanas que deve ser concluído nas próximas semanas.

A unidade de administração imobiliária do Popular, conhecida como Aliseda, administra cerca de 15,8 bilhões de euros em imóveis e empréstimos. O Santander possuía 9,9 bilhões de euros em ativos desse tipo na Espanha ao fim do terceiro trimestre.

(Por Sarah White)