Diageo oferece venda de ativos de uísque da Whyte & Mackay

segunda-feira, 25 de novembro de 2013 18:23 BRST
 

LONDRES, 25 Nov (Reuters) - A empresa britânica Diageo ofereceu-se para vender a maior parte dos ativos de uísque da Whyte & Mackay para resolver problemas de concorrência decorrentes da aquisição de uma participação majoritária na indiana United Spirits, em julho.

A Diageo, maior fabricante de destilados do mundo, disse nesta segunda-feira que iria ajudar o Gabinete do Comércio Justo, autoridade britânica de concorrência, com a sua avaliação do negócio envolvendo a United Spirits, e que um novo anúncio seria feito em momento apropriado.

Em julho, a Diageo adquiriu uma participação de 25 por cento na United Spirits, parte do império do empresário Vijay Mallya e dona da Whyte & Mackay, que vende uma marca de uísque escocês, mas deve a maior parte de seu negócio ao fornecimento de uísques feitos por outras fabricantes.

No entanto, a autoridade da concorrência britânica afirmou nesta segunda-feira que o uísque de menor valor Bell, da Diageo, compete com as marcas da Whyte & Mackay, e que a união entre as companhias poderia levar a uma "redução substancial" da concorrência.

A Diageo ofereceu-se para vender as destilarias de grãos da Whyte & Mackay de Invergordon, Jura e Fettercairn, que representam a maior parte da sua produção de uísque escocês. A companhia afirmou que gostaria de manter as destilarias menores de malte de Dalmore e Tamnavulin.

O portfólio de uísque da Diageo inclui marcas como Johnnie Walker, J & B e Buchanan's.

(Por Martinne Geller)