Índice Dow Jones renova nível recorde de fechamento e Nasdaq não consegue se manter em 4.000 pontos

segunda-feira, 25 de novembro de 2013 20:45 BRST
 

Por Luke Swiderski

NOVA YORK, 25 Nov (Reuters) - O índice Dow Jones fechou com leve ganho nesta segunda-feira, renovando a máxima histórica, impulsionado pelas ações da Wal-Mart, enquanto o Nasdaq superou os 4.000 pontos no intradia pela primeira vez em 13 anos, mas perdeu um pouco de força no fim do pregão para fechar abaixo desse nível.

O índice Dow Jones avançou 0,05 por cento, a 16.072 pontos --mais um recorde de fechamento. O termômetro de tecnologia Nasdaq fechou em alta de 0,07 por cento, a 3.994 pontos, depois de ter alcançado no intradia 4.007 pontos. O índice Standard & Poor's 500 recuou 0,13 por cento, a 1.802 pontos.

As ações da Wal-Mart subiram 0,8 por cento, a 80,43 dólares, abaixo da máxima histórica no intradia registrada nesta sessão, de 80,57 dólares, após a maior varejista do mundo informar que escolheu o próximo presidente-executivo. O papel figurou entre as melhores performances do Dow Jones.

As ações do setor energético recuaram após acordo para relaxar sanções contra o Irã, grande produtor de petróleo. O índice energético do S&P perdeu 0,8 por cento.

Apesar da pressão sobre o setor de energia, o acordo com o Irã foi visto como benéfico para o mercado em geral.

"Menos tensão no Oriente Médio é sempre positivo, e qualquer queda nos preços da gasolina atua como uma redução de impostos para os consumidores que entram na temporada de compras natalinas", disse Jeff Duncan, executivo-chefe da Duncan Financial Management, em St. Louis. "Este é um benefício real para a economia."

Espera-se que o volume de negócios fique contido nesta semana, antes do feriado do Dia de Ação de Graças na quinta-feira.

"Varejistas são o foco nesta semana. A Black Friday está chegando, então obviamente as pessoas montarão posição nos próximos dias", afirmou o operador proprietário do Bright Trading LLC, Dennis Dick, referindo-se ao frenético dia que sucede ao dia de Ação de Graças, considerado o início da temporada de compras de fim de ano.

(Reportagem de Chuck Mikolajczak)