Camex instaura análise de importações de aços GNO

terça-feira, 26 de novembro de 2013 09:09 BRST
 

SÃO PAULO, 26 Nov (Reuters) - A Câmara de Comércio Exterior (Camex) divulgou em despacho no Diário Oficial nesta terça-feira a instauração de análise de importações de laminados planos de aço ao silício, conhecidos como GNO, provenientes da China, Coreia do Sul e Taipé Chinês.

Em julho, a Camex havia anunciado a aplicação de pena antidumping sobre importações de aços GNO produzidos nos três países, com a imposição de alíquotas extras por tonelada pelo prazo de cinco anos.

Entre as empresas penalizadas citadas no texto da Camex de julho figuravam grandes produtoras mundiais, como a chinesa Baosteel e a sul-coreana Posco.

Integrando a categoria de aços especiais e sendo utilizado em aplicações como gerador de energia elétrica, o produto é fornecido no Brasil pela Aperam.

Para mais informações acesse: here

(Por Marcela Ayres)