Moagem de cana do CS recua 17% na 1a quinzena de novembro

terça-feira, 26 de novembro de 2013 11:59 BRST
 

SÃO PAULO, 26 Nov (Reuters) - Com a safra de cana aproximando-se do encerramento, as usinas do centro-sul do Brasil desaceleraram o ritmo de moagem na última quinzena em relação às duas semanas anteriores, informou nesta terça-feira a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).

As unidades da região, que é responsável por 90 por cento da produção brasileira, processaram 32,15 milhões de toneladas de cana na primeira quinzena de novembro, queda de 17,1 por cento ante a quinzena anterior.

Até o dia 15 de novembro, no entanto, apenas 27 unidades produtoras haviam encerrado o processamento da cana, número significativamente inferior às 45 unidades observadas na mesma data na safra 2012/13 e às 166 paradas neste ponto da temporada 2011/12.

O volume de cana moída pelas usinas do centro-sul somou 542,21 milhões de toneladas até o final da primeira quinzena de novembro e, mesmo antes do encerramento da temporada, já supera em 1,77 por cento o total processado na safra anterior, de 532,76 milhões de toneladas, informou a entidade.

Para o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, os números de produção observados até o momento confirmam a expectativa de que haverá um aumento de cerca de 10 por cento na safra atual ante a anterior.

"Esse resultado se deve ao clima mais propício para o crescimento da planta, à maior taxa de renovação dos canaviais e à busca pela redução da capacidade ociosa das unidades visando reduzir os custos de produção", explicou Rodrigues.

As usinas do centro-sul devem terminar sua moagem até o fim de dezembro.

(Por Laiz de Souza)

 
Trabalhadores colhem cana-de-açúcar em uma fazenda em Maringá, no Paraná. Com a safra de cana aproximando-se do encerramento, as usinas do centro-sul do Brasil desaceleraram o ritmo de moagem na última quinzena em relação às duas semanas anteriores, informou nesta terça-feira a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica). 13/05/2011. REUTERS/Rodolfo Buhrer/La Imagem