November 26, 2013 / 5:07 PM / in 4 years

Yara faz aquisição de US$425 mi na América Latina; mira Brasil

3 Min, DE LEITURA

OSLO, 26 Nov (Reuters) - A indústria norueguesa de fertilizantes Yara comprou unidades misturadoras e de distribuição da OFD Holding, divisão da Omimex Resources, por 425 milhões de dólares, valor que inclui dívidas, e avalia mais aquisições, particularmente em ativos no Brasil, disse o diretor executivo da companhia.

"Nós vamos mirar aquisições ou construção de capacidade de fosfato e potencialmente adquirir capacidade de nitratos e nitrogênio no Brasil", disse o diretor financeiro Torgeir Kvidal.

"Não temos um programa específico para aquisições de exploração e produção, mas vamos avaliar continuamente."

O negócio adquirido inclui unidades de produção na Colômbia e distribuição na América Latina.

As principais companhias incluídas na transação são a Abocol (Colômbia), Misti (Peru), Omagro (México), Fertitec (Panamá e Costa Rica), Cafesa (Costa Rica) e Norsa (Bolívia).

O negócio com a Omimex dá a Yara meio milhão de toneladas de capacidade produção, 20 milhões de dólares em sinergias anuais, um portfólio similar a seus ativos pré-existentes e um bom par para aquisições feitas anteriormente no Brasil, disse ele.

A Yara fechou comprou o negócio de fertilizantes da Bunge no Brasil em uma transação avaliada em 750 milhões de dólares.

"Realmente cria um fantástico apoio para o crescimento desta parte na América Latina, que é uma importante região agrícola em dinheiro", disse Kvidal.

No ano passado, a companhia fez um quinto de sua receita na América do Sul e Central.

A Yara, líder global no segmento de fertilizantes nitrogenados, informou que quer expandir sua capacidade de produção em 8 milhões de toneladas até 2016, sobre as 24,5 milhões de tonelada de 2010.

O acordo com a Omimex colocará a Yara a meio caminho de atingir sua meta. Mas a companhia disse nesta terça-feira que não quer colocar um cronograma para aquisições, que deverão ser feitas nas melhores condições do mercado.

Uma ampla oferta de fertilizantes no mercado global nos anos recentes, em parte pela produção chinesa, deprimiu os preços de ativos e alguns analistas consideram que o preço pode cair ainda mais.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below