Ações europeias sobem por dados fortes sobre os EUA e acordo na Alemanha

quarta-feira, 27 de novembro de 2013 15:49 BRST
 

Por Francesco Canepa

LONDRES, 27 Nov (Reuters) - As ações europeias registraram a alta mais acentuada em duas semanas nesta quarta-feira, impulsionadas por dados fortes sobre os Estados Unidos, pelo acordo político na Alemanha e por projeções otimistas da seguradora italiana Generali.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, avançou 0,5 por cento, para 1.300 pontos.

Com isso, a alta acumulada no ano subiu para quase 15 por cento, mantendo o índice em via de registrar o melhor ano desde 2009.

No entanto, o volume do índice ficou 25 por cento abaixo da média dos últimos 90 dias, sugerindo que há relativamente poucos investidores por trás do avanço. Muitos operadores estavam afastados antes do feriado do dia de Ação de Graças nos EUA na quinta-feira.

As ações ampliaram os ganhos no fim da tarde após o Índice dos Gerentes de Compra (PMI, na sigla em inglês) de Chicago de novembro e o termômetro final de sentimento do consumidor da Thomson Reuters/Universidade de Michigan de novembro superarem as expectativas, indicando que as condições na maior economia do mundo continuam melhorando.

Em sinal de constante recuperação no mercado de trabalho dos EUA, o número semanal de pedidos de auxílio-desemprego recuou inesperadamente na última semana.

Investidores têm avaliado o benefício de crescimento mais forte, maior parceiro comercial da Europa, contra a perspectiva de redução do estímulo monetário do Federal Reserve, banco central norte-americano. O estímulo tem ajudado a alimentar o rali nas ações europeias que acumula ganho de 19 por cento desde setembro de 2012.

A reação aos recentes dados econômicos dos EUA que superaram as expectativas do mercado tem sido amplamente positiva, já que investidores não esperam que o Fed comece a cortar o programa de estímulo neste ano.   Continuação...