Fundação do Monte Paschi diz estar comprometida com oferta "como possível"

quarta-feira, 27 de novembro de 2013 19:00 BRST
 

MILÃO, 27 Nov (Reuters) - O principal acionista do Monte dei Paschi di Siena, terceiro maior banco da Itália, disse nesta quarta-feira que continua comprometido em apoiar a oferta subsequente do banco "como possível".

Em comunicado, a fundação do banco afirmou ter tomado conhecimento da decisão do Conselho de propor uma emissão de ações de até 3 bilhões de euros (4 bilhões de dólares), sem revelar sua posição final em relação ao assunto.

O Monte dei Paschi tem mostrado desacordo com a fundação, que estava tentando vender sua participação para pagar 350 milhões de euros em dívida, e que esperava poder adiar a chamada de capital do banco.

"A fundação continua determinada a proteger-se ... (e) confirma seu compromisso de apoiar o banco, sempre que possível, em seu plano de oferta subsequente ... sem renunciar ao seu papel como acionista histórica", disse.

A fundação disse que saudou o aval dado pela Comissão Europeia nesta quarta-feira ao plano de reestruturação do Monte dei Paschi, que confirmou o prazo para a realização da emissão de ações. A Comissão já havia falado sobre a execução do plano antes do fim de 2014.

A administração do banco e assessores estão interessados ​​em avançar com a recapitalização mais cedo.

(Por Stephen Jewkes)