E.ON planeja vender unidade italiana

quinta-feira, 28 de novembro de 2013 07:36 BRST
 

FRANKFURT, Nov (Reuters) - A empresa alemã de serviços públicos E.ON planeja vender seu negócio na Itália e em breve começará a busca por um comprador, afirmaram duas fontes familiarizadas com o assunto.

Sobrecarregada por uma enorme expansão da capacidade em energia renovável e também pressionada pela queda dos preços no atacado e pela fraca demanda na Europa, a E.ON lançou um programa de venda de ativos de cerca de 20 bilhões de euros (27,15 bilhões de dólares), dos quais 18,9 bilhões de euros já foram realizados.

Além da venda da unidade italiana, a empresa pretende arrecadar pelo menos 1,6 bilhão de euros com a venda da unidade regional E.ON Mitte e sua participação na empresa de enriquecimento de urânio Urenco.

Os planos acerca do negócio italiano foram noticiados anteriormente pelo jornal alemão Handelsblatt, que citou fontes da indústria dizendo que a unidade pode valer mais de 2 bilhões de euros.

A unidade tem capacidade de 6,1 gigawatts e está entre as cinco maiores produtoras de energia elétrica da Itália, disse o Handelsblatt.

E.ON afirmou que estava continuamente olhando as opções estratégicas para seu portfólio, incluindo o negócio na Itália.

"Essa análise pode ou não resultar em decisões de tempos em tempos de avaliar a venda de um ativo entre os que existem no portfólio", disse um porta-voz da companhia.

(Por Christoph Steitz)