J. Martins prevê vendas anuais crescendo 12%-15% nos próximos 3 anos

quinta-feira, 28 de novembro de 2013 12:03 BRST
 

Por Filipa Lima

LISBOA, 28 Nov (Reuters) - A varejista portuguesa Jerónimo Martins espera que as vendas anuais cresçam entre 12 e 15 por cento nos próximos três anos e que o lucro principal suba em ritmo similar, reforçando sua previsão de crescimento depois de certa apreensão causada por seu desempenho neste ano.

Em apresentações para investidores e analistas sobre seu plano estratégico para o período, a Jerónimo Martins disse também nesta quinta-feira que investirá entre 60 a 70 por cento de 2,2 bilhões de euros reservados para investimentos em seu principal mercado na Polônia, onde sua unidade Biedronka é a maior varejista de alimentos.

O plano anterior da empresa para 2013-15 previa um investimento de 2,5 bilhões de euros, incluindo o início das operações neste ano na Colômbia, e projetava um crescimento de dois dígitos no total de vendas anuais e do Ebitda.

No mês passado, quando a empresa divulgou uma queda de quase 4 por cento no lucro líquido no terceiro trimestre, ela divulgou que o crescimento do Ebitda ficaria um pouco atrás do crescimento de vendas neste ano.

Nos primeiro nove meses de 2013, o Ebitda cresceu 7,8 por cento, enquanto as vendas cresceram 11,5 por cento.

O grupo disse também na quinta-feira que planeja abrir ao menos 800 novas lojas Biedronka e 200 lojas Hebe na Polônia até o final de 2016, como também 200 lojas na Colômbia, ante as 34 atuais e as 150 planejadas até 2015. A companhia manteve sua meta de possuir 3.000 lojas Biedronka até 2015.