Bancos europeus terão lacuna de 280 bi de euros em capital em 2014--PwC

quinta-feira, 28 de novembro de 2013 12:04 BRST
 

Por Laura Noonan

LONDRES, 28 Nov (Reuters) - Pressão do Banco Central Europeu (BCE) e reguladores nacionais deixarão os bancos da Europa com um lacuna de 280 bilhões de euros (380 bilhões de dólares) de capital para ser preenchida em 2014, disseram contadores da PwC em um relatório publicado nesta quinta-feira.

Os bancos na zona do euro terão seus livros contábeis analisados minuciosamente pelo BCE no ano que vem, um processo que pode revelar faltas de capital caso se descubra que os bancos não separaram dinheiro o bastante para lidar com empréstimos podres.

Em outros lugares da Europa, os reguladores estão aplicando novos padrões rígidos, incluindo os esforços recentes da Suíça e da Grã-Bretanha de definir uma "proporção de alavancagem", que força os bancos a deter capital de alta qualidade igual a uma proporção definida de seus ativos totais.

"Bancos europeus estão enfrentando mais alguns anos turbulentos", disse Miles Kennedy, sócio de serviços financeiros na PwC. "Para bancos fora do escopo do BCE, os desafios não são menos intensos".

Bancos como o Deutsche Bank e o Barclays já levantaram bilhões em capital extra, mas as descobertas da PwC salientam as expectativas do mercado de mais captação no futuro.

A PwC disse que bancos podem preencher um pouco dos buracos através de medidas de "auto-ajuda", como a venda de ativos, mas que a maior parte do déficit será solucionado com a captação de cerca de 180 bilhões de euro em capital novo.