Fibria adere a pagamento à vista de dívida de IRPJ e CSLL

sexta-feira, 29 de novembro de 2013 08:24 BRST
 

SÃO PAULO, 29 Nov (Reuters) - A produtora de celulose Fibria informou no final da quinta-feira que aderiu à modalidade de pagamento à vista concedida pelo governo de dívidas relativas a Imposto de Renda (IRPJ) e Contribuição Social (CSLL).

A companhia afirmou que o valor total será de 560,45 milhões de reais mas, com uso de créditos fiscais, o desembolso efetivo de caixa será de 392,32 milhões de reais, a ser registrado nos resultados da empresa do quarto trimestre.

A modalidade de pagamento à vista concedida pelo programa de refinanciamento de débitos tributários (Refis) prevê redução de 100 por cento das multas de mora e de ofício, das multas isoladas, dos juros de mora e do valor do encargo legal, segundo a Fibria.

Nesta semana, a Vale anunciou sua adesão ao programa por meio de pagamento de 5,965 bilhões de reais para a Receita Federal nesta sexta-feira e de mais 16,36 bilhões parcelados em 179 meses, quase 15 anos. A dívida total, que era contestada pela empresa, era de 45 bilhões de reais.

Além dos recursos da Vale e dos da Fibria, o governo conta também com cerca de pelo menos 10 bilhões de reais do Refis de outras empresas para ajudar a cumprir sua parte da meta fiscal ajustada para o setor público consolidado --governo central, Estados, municípios e empresas estatais--, de 110,9 bilhões de reais, equivalente a 2,3 por cento do Produto Interno Bruto (PIB).

(Por Alberto Alerigi Jr.)