Sob nova política de preços, Petrobras reajusta gasolina em 4%

sexta-feira, 29 de novembro de 2013 20:45 BRST
 

Por Sabrina Lorenzi e Gustavo Bonato

RIO DE JANEIRO/SÃO PAULO, 29 Nov (Reuters) - A Petrobras anunciou nesta sexta-feira elevação média do preço da gasolina nas refinarias no país em 4 por cento e do diesel em 8 por cento, já atendendo aos princípios de uma nova política de preços da estatal.

O reajuste entrará em vigor às 0h de 30 de novembro, segundo fato relevante.

Tanto um reajuste pontual dos combustíveis quanto uma nova metodologia de precificação da gasolina e do diesel eram aguardados com ansiedade pelo mercado, porque podem dar fôlego financeiro à empresa, que sofre com um caixa apertado e alto endividamento.

No entanto, o comunicado da petroleira não sinalizou claramente como funciona a nova política de preços.

"Por razões comerciais, os parâmetros da metodologia de precificação serão estritamente internos à companhia", disse a empresa.

O Conselho da Petrobras esteve reunido em São Paulo nesta sexta-feira, com a presença de seu presidente, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e da presidente-executiva da estatal, Maria das Graças Foster.

Segundo documento após o encontro do Conselho, a metodologia pretende assegurar que os indicadores de endividamento e alavancagem da Petrobras retornem aos limites estabelecidos no Plano de Negócios 2013-2017 em até 24 meses, considerando o crescimento da produção de petróleo e a aplicação da política de preços de combustíveis.

O plano atual da estatal prevê alavancagem menor que 35 por cento. No encerramento de setembro, a relação entre dívida e patrimônio líquido estava em 36 por cento.   Continuação...

 
Posto de combustível exibe preços de gasolina, etanol e diesel no Rio de Janeiro nesta sexta-feira. A Petrobras anunciou elevação média do preço da gasolina nas refinarias no país em 4 por cento e do diesel em 8 por cento. 29/11/2013 REUTERS/Ricardo Moraes