ArcelorMittal diz que compra de fábrica nos EUA não afetará meta de dívida

domingo, 1 de dezembro de 2013 15:58 BRST
 

BRUXELAS, 1 Dez (Reuters) - A aquisição pela ArcelorMittal de fábrica nos Estados Unidos em conjunto com a Nippon Steel & Sumitomo Metal Corp não afetará as metas de dívida da companhia do setor siderúrgico, disse seu presidente-executivo, Lakshmi Mittal, neste domingo.

A ArcelorMittal anunciou na sexta-feira compra no valor de 1,55 bilhão de dólares da unidade de aço da alemã ThyssenKrupp em Calvert, Alabama. A companhia acrescentou que vai financiar o acordo por meio de uma combinação de ações e dívida em nível de joint-venture.

Mittal disse a jornalistas que o acordo terá impacto mínimo na dívida deste ano e que não terá efeito em sua meta de dívida de médio prazo.

A empresa estima dívida líquida de 17 bilhões de dólares até o fim de 2013, diminuindo a quantia para 15 bilhões de dólares no médio prazo.

O vice-presidente financeiro da companhia, Aditya Mittal, disse que a ArcelorMittal e a Nippon irão dividir o custo acionário do acordo.

Ele afirmou que o financiamento acionário e a dívida da joint venture não serão consolidados no balanço patrimonial da ArcelorMittal.

Lakshmi Mittal disse que não vê nenhum problema antitruste que o acordo possa provocar nos Estados Unidos.

(Por Foo Yun Chee)

 
Bobinas de aço em fábrica da ArcelorMittal, em Florange, na França, 18 de outubro de 2013. A aquisição pela ArcelorMittal de fábrica nos Estados Unidos em conjunto com a Nippon Steel & Sumitomo Metal Corp não afetará as metas de dívida da companhia do setor siderúrgico, disse seu presidente-executivo, Lakshmi Mittal, neste domingo. 18/10/2013 REUTERS/Vincent Kessler