China pode retomar IPOs em 2014 enquanto regulador aprimora processos

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013 11:31 BRST
 

Por Adam Jourdan

XANGAI, 2 Dez (Reuters) - O regulador de valores mobiliários da China pode aprimorar seu processo de aprovação para algumas ofertas públicas iniciais de ações (IPOs) até janeiro, disse o regulador neste sábado, mapeando as medidas de reforma.

Mas as empresas ainda terão que esperar que a China reinicie o mercado de IPOs, congelado desde outubro do ano passado depois que as autoridades suspenderam as aberturas em uma tentativa de eliminar fraudes no mercado de ações.

"Depois do anúncio destas opiniões, haverá a necessidade de cerca de um mês de trabalho preparatório antes que empresas possam completar os procedimentos necessários", disse a Comissão Reguladora de Seguridades da China (CSRC na sigla em inglês) em seu website.

"Prevemos que cerca de 50 empresas possam completar seus procedimentos de registro para IPO até janeiro do ano que vem."

A reforma colocará o processo de aprovação de IPOs na China mais próximo aos processos de países desenvolvidos, onde as empresas registram IPOs e encaram uma auditoria rigorosa antes da listagem.

A China também anunciou detalhes de um teste para empresas listadas na China emitirem ações preferenciais, disse o governo em um comunicado separado em seu website.

Investidores reclamam há tempos de que muitas empresas listadas são obrigadas a sacrificar lucros por objetivos mais amplos de política. Muitos veem o uso de ações preferenciais como uma maneira de diluir a influência do governo e aumentar o valor das participações de outros investidores.