Fundo KLP vende ações na Tepco por causa de Fukushima

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013 12:02 BRST
 

Por Gwladys Fouche

OSLO, 2 Dez (Reuters) - O fundo norueguês KLP vendeu suas ações na Tepco, operadora da usina nuclear de Fukushima, devido às dificuldades da empresa frente aos recentes desastres naturais que afetaram a usina, disse um executivo da KLP nesta segunda-feira.

Um terremoto e tsunami gigante, em 2011, desencadearam três colapsos na usina nuclear de Fukushima Daiichi, o pior acidente nuclear desde Chernobyl, em 1986, e expôs a falta de preparo da Tepco.

A empresa japonesa tem fracassado em lidar com os problemas no local por boa parte dos últimos dois anos, incluindo uma série de vazamentos de água radioativa para o Oceano Pacífico.

A KLP, que detém um total de 375 bilhões de coroas norueguesas (61,3 bilhões de dólares) em ativos, vendeu todos os seus 8 milhões de coroas em ações na Tepco nas últimas semanas, disse a empresa nesta segunda-feira.

"Quase três anos passaram desde o acidente e a situação continua sem controle. E há um risco de mais poluição radioativa em Fukushima", disse Heidi Finskas, uma conselheira para investimentos responsáveis na KLP.

A Tepco não estava imediatamente disponível para comentários.