Vale reduz investimento a US$14,8 bi em 2014 e meta de produção decepciona

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013 20:38 BRST
 

SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO, 2 Dez (Reuters) - A Vale, maior produtora de minério de ferro do mundo, previu nesta segunda-feira investir 14,8 bilhões de dólares em 2014, no que marcará o terceiro ano consecutivo de redução do orçamento, refletindo "maior foco na eficiência de capital".

A empresa --que estima investimentos de 16,3 bilhões de dólares em 2013-- disse nesta segunda-feira que buscará no próximo ano "maximizar o valor ao acionista através de um menor portfólio composto de projetos com alta taxa de retorno ajustada ao risco".

Mais de 80 por cento do orçamento para execução de projetos em 2014 serão destinados ao financiamento da expansão da produção de minério de ferro e sua rede de distribuição; ao desenvolvimento da operação integrada de carvão em Moçambique; e ao projeto Salobo de cobre e ouro, no Pará.

"Estamos fortemente comprometidos em alocar capital somente em ativos de classe mundial com grandes reservas, baixos custos, produtos de alta qualidade e oportunidades para expansão 'brownfield' (projetos já existentes) de baixo custo", disse o presidente da Vale, Murilo Ferreira, em fato relevante.

O orçamento de 2014 inclui 9,3 bilhões de dólares para a execução de projetos, 4,5 bilhões de dólares para a manutenção das operações existentes e cerca de 900 milhões de dólares para pesquisa e desenvolvimento (P&D).

Em minerais ferrosos, principal área de atuação da empresa, estão previstos 5,4 bilhões de dólares para execução de projetos e 2,9 bilhões de dólares para manutenção de operações.

PRODUÇÃO DE MINÉRIO

A companhia estimou um pequeno crescimento na produção de minério de ferro em 2014. O volume deverá ser de 312 milhões de toneladas, sem incluir a produção da Samarco, uma mineradora na qual a Vale tem participação.

A Vale estima produção neste ano de 306 milhões de toneladas de minério de ferro, segundo meta reafirmada no último balanço trimestral.   Continuação...