Minério de ferro atinge máxima de 3 meses no mercado chinês

terça-feira, 3 de dezembro de 2013 19:52 BRST
 

Por Manolo Serapio Jr

CINGAPURA, 3 Dez (Reuters) - Os preços do minério de ferro no mercado à vista chinês atingiram a máxima de três meses nesta terça-feira, enquanto os futuros do aço na bolsa de Xangai subiram ao maior nível desde meados de outubro, refletindo uma melhor perspectiva para a demanda, com a economia chinesa dando sinais de estabilidade.

O crescimento do setor industrial da China, medido pelo Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), manteve-se na máxima de 18 meses em novembro devido à firmeza da demanda doméstica e externa, desafiando as expectativas de que a economia enfrenta uma modesta desaceleração no final de 2013, com dados específicos sobre o setor do aço mostrando melhorias.

O minério com teor de 62 por cento de ferro, referência para as entregas imediatas na China avançou 1 por cento nesta terça-feira, atingindo 138,20 dólares por tonelada, maior patamar desde 3 de setembro, quando a tonelada foi negociada a 138,70 dólares, de acordo com dados compilados pelo Steel Index.

O contrato de vergalhão mais negociado na bolsa de Xangai, com entrega em maio, fechou em alta de 0,6 por cento, na máxima do dia de 3.709 iuanes (609 dólares) por tonelada, na máxima desde 15 de outubro.

A analista da UOB-Kay Hian Securities, Helen Lau, disse que os dados do PMI melhoraram o sentimento do mercado.

"Aquilo foi uma surpresa para nós. A alta nos pedidos de exportação mostra que o mercado externo está melhorando", disse Lau.

A firmeza do mercado do aço vem sustentando o interesse de compra pela matéria-prima, o minério de ferro.

Além disso, as baixas temperaturas na China, que reduzem a atividade das mineradoras locais, leva as siderúrgicas a dependerem mais de minério importado, embora a ampla oferta de grandes países produtores como a Austrália, ou de pequenos produtores como Venezuela e Sudão, estejam contendo a alta.   Continuação...