CCEE vê alta de 77,5% nas liquidações de energia em 2013; inadimplência cai

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013 13:48 BRST
 

SÃO PAULO, 5 Dez (Reuters) - A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), entidade responsável pela operação do mercado de compra e venda de energia elétrica no país, prevê que as liquidações sob sua responsabilidade somarão 22 bilhões de reais em 2013, alta de 77,5 por cento ante 2012.

O maior aumento ocorrerá nos volumes transacionados no Mercado de Curto Prazo, que passarão de 9 bilhões para 15 bilhões de reais, informou a CCEE nesta quinta-feira.

O aumento do volume liquidado no ano também se deve a novas atribuições da CCEE, que centralizou neste ano a liquidação financeira da energia gerada pelas usinas nucleares Angra 1 e 2 e pelas hidrelétricas que renovaram a concessão por meio da lei 12.783/13.

Desde janeiro, a produção destas unidades passou a ser rateada em cotas por todos os consumidores do Sistema Interligado Nacional.

"Com as novas funções, a instituição passou a somar seis liquidações financeiras por mês", informou a CCEE, cujas operações contemplam acertos do Mercado de Curto Prazo, cobranças de penalidades, liquidação de energia de reserva (proveniente de usinas eólicas, biomassa e PCHs) e o Mecanismo de Compensação de Sobras e Déficits, por meio do qual as distribuidoras trocam energia entre si.

O número de agentes - geradores, distribuidores, comercializadores e consumidores livres e especiais - associados à CCEE cresceu 14 por cento em outubro ante o ano passado, chegando a 2.594 agentes.

Os contratos registrados somavam 17.231 em setembro, equivalentes a 84.383 MWm em energia elétrica.

INADIMPLÊNCIA

A inadimplência no âmbito da CCEE no acumulado de 2013 até setembro foi de 0,11 por cento do total levado à liquidação, a 12,6 milhões de reais. Como comparação, o índice de atrasos chegou a ficar acima de 20 por cento ao longo de 2012.   Continuação...

 
Vista de torres e cabos de alta tensão que transportam energia para o estado do Pará. A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), entidade responsável pela operação do mercado de compra e venda de energia elétrica no país, prevê que as liquidações sob sua responsabilidade somarão 22 bilhões de reais em 2013, alta de 77,5 por cento ante 2012. 30/03/2010. REUTERS/Paulo Santos