Consórcio Planalto vai investir R$300 mi no 1o ano de concessão da BR-050

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013 13:28 BRST
 

BRASÍLIA, 5 Dez (Reuters) - O consórcio Planalto, que venceu em setembro o leilão de concessão da BR-050 (GO/MG), espera investir 300 milhões de reais no primeiro ano de administração do projeto, e deve participar de outros certames do Programa de Investimentos em Logística (PIL), afirmou o presidente consórcio após assinatura do contrato de concessão nesta quinta-feira, em Brasília.

Segundo Helvécio Ferreira Soares, as obras iniciais ocorrerão dentro de 30 dias, quando serão assinados os termos de arrolamento de bens, fazendo com que as mudanças sejam visíveis aos usuários dentro de três meses a partir da assinatura.

"O termo de arrolamento de bens vai ser assinado, e daí já começa a operar. Acredito que no início de janeiro já esteja operando… Seguindo os termos do contrato", reforçou Manoel Loiola, procurador-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

O grupo acrescentou que pretende completar 10 por cento da duplicação da rodovia em um ano, para, assim, começar a cobrar o pedágio no final do ano que vem. Essa é uma exigência do governo para que o concessionário possa iniciar a cobrança da tarifa.

"Nós vamos trabalhar para ter a duplicação em um ano a partir da assinatura", disse o presidente companhia. "É essa a ideia".

A cerimônia da assinatura do contrato ocorreu na sede do ministério dos Transportes, com a presença do ministro dos Transportes, César Borges, e representantes da ANTT, além do grupo vencedor do leilão.

O ministro afirmou que espera a entrega do trecho duplicado em cinco anos, contados com o licenciamento ambiental a ser concedido pelo Ibama. "A previsão é que em cinco anos terão de entregar todo o trecho duplicado", confirmou o Borges, sem dar mais detalhes.

Sobre o financiamento da obra, o presidente do Consórcio Planalto afirma que tanto bancos privados quanto públicos, manifestaram interesse em trabalhar com o grupo.

"Nós devemos ter também um banco privado como financiador. Estamos tentando acelerar esse prazos. Nós estamos preparados e temos uma equipe muito forte, com certeza vamos conseguir cumprir os prazos", garantiu o presidente.

A BR-050, que será administrada pela Concessionária Rodovias Minas Gerais Goiás (MGO Rodovias), criada pelo Consórcio do Planalto, foi a primeira rodovia entregue ao setor privado dentro do programa de concessões do governo.

(Por Nestor Rabello e Leonardo Goy)