Europa e norte da África fracos pressionam lucro da Club Med

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013 11:37 BRST
 

Por Dominique Vidalon

PARIS, 6 Dez (Reuters) - Distúrbios no Egito e na Tunísia e uma demanda mais fraca na Europa pressionaram os lucros na operadora francesa de turismo Club Med para o ano completo de 2012/13, disse a empresa nesta sexta-feira.

A Club Med, que é alvo de uma oferta de aquisição da chinesa Fosun International e da firma francesa de private equity Ardian, disse que vai acelerar sua expansão em mercados emergentes como China, Brasil e Rússia para compensar a fraqueza na Europa.

"A deterioração dos mercados de turismo da Europa continuaram e se intensificaram durante o verão europeu, particularmente na França, sob o impacto de uma crise dupla que afetou os países de saída e destinos no Egito e na Tunísia", disse Henri Giscard d'Estaing, o presidente-executivo da empresa em um comunicado.

O lucro operacional nas pousadas de férias da empresa caíram 11 por cento para 55 milhões de euros conforme a receita caiu 1,3 por cento para 1,4 bilhão de euros no ano fiscal encerrado em 31 de outubro de 2013.

A região da Europa-África registrou uma redução de 3,7 por cento na receita, principalmente devido a uma queda de 5,2 por cento na França.

 
O presidente-executivo e presidente do Conselho de administração da Club Med, Henri Giscard d'Estaing, fala durante uma coletiva de imprensa para apresentar os resultados para o ano completo de 2012/13 da empresa, em Paris. Distúrbios no Egito e na Tunísia e uma demanda mais fraca na Europa pressionaram os lucros na operadora francesa de turismo Club Med para o ano completo de 2012/13, disse a empresa nesta sexta-feira. 06/12/2013 REUTERS/Jacky Naegelen