Ofertas de ações de empresas europeias atingem maior volume desde 2009

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013 13:03 BRST
 

Reportagem de Kyle MacLellan

LONDRES, 6 Dez (Reuters) - O volume de vendas de ações por empresas europeias neste ano é o mais forte desde 2009, segundo dados da Thomson Reuters mostraram na sexta-feira, impulsionado pelo aumento da confiança.

Após anos de fraqueza por causa da crise financeira, 2013 trouxe alívio nas ofertas públicas iniciais (IPO, na sigla em inglês). O valor captado por novas listagens até agora no ano é de 32,1 bilhões de dólares, alta de 132 por cento ante o mesmo período em 2012.

Profissionais do setor dizem que o aumento de investidores norte-americanos tem sido um dos maiores motores para os IPOs, enquanto o bom desempenho da maioria dos negócios este ano tem incentivado empresas e investidores a voltar ao mercado.

Empresas europeias levantaram 211,9 bilhões de dólares nos mercados de renda variável até 6 de dezembro, 75 por cento a mais que no mesmo período de 2012. Essas ofertas incluem IPOs, a venda de novas ações de empresas listadas ou blocos de ações vendidos por seus proprietários e obrigações conversíveis.

Achintya Mangla, co-chefe do JPMorgan de renda variável para a Europa, Oriente Médio e África, disse que houve duas principais razões para a retomada.

"Fundamentalmente, mais dados econômicos e os lucros das empresas resultaram em maior confiança entre os consumidores, empresas e investidores", disse.