6 de Dezembro de 2013 / às 15:27 / em 4 anos

IPCA desacelera a 0,54% em novembro e, em 12 meses, tem menor alta em 1 ano

Por Rodrigo Viga Gaier e Camila Moreira

RIO DE JANEIRO/SÃO PAULO, 6 Dez (Reuters) - O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) desacelerou mais do que o esperado em novembro ao registrar alta 0,54 por cento, ante 0,57 por cento em outubro, e em 12 meses atingiu o menor nível em um ano, favorecido pelos preços de alimentos e bebidas.

No acumulado de 12 meses até novembro, o indicador oficial de inflação chegou a 5,77 por cento, ante 5,84 por cento em outubro, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira. Trata-se do menor nível desde novembro do ano passado, quando chegou a 5,53 por cento.

Pesquisa da Reuters apontava expectativa de alta de 0,58 por cento na comparação mensal e de 5,81 por cento no acumulado em 12 meses.

Segundo o IBGE, o principal destaque foi o grupo Alimentação e Bebidas, com alta de 0,56 por cento em novembro, bem menor do que o 1,03 por cento registrado no mês anterior. Com isso, o grupo respondeu por 0,14 ponto percentual do IPCA de novembro, o maior impacto entre todos os grupos, mas menor do que o 0,25 ponto que gerou em outubro.

“Com preços altos em meses anteriores, pode ter havido também uma pressão da demanda. Os consumidores podem ter diminuído suas compras ou buscado alternativas”, avaliou a economista do IBGE Eulina Nunes dos Santos, destacando que alimentos com peso importante no orçamento das famílias como leite, frango, arroz e feijão tiveram queda em novembro.

No ano, os alimentos acumulam alta de 7,52 por cento, depois de terem encerrado 2012 com avanço de 9,86 por cento.

Também se destacaram os preços de Artigos de residência, com desaceleração da alta para 0,38 por cento no mês passado, ante 0,81 por cento em outubro, e Vestuário, com avanço de 0,85 por cento, ante 1,13 por cento. O recuo dos dois grupos está associado a liquidações de roupas e redução nos preços de eletrodomésticos.

Embora o reajuste de 4 por cento da gasolina nas refinarias só valha para dezembro, o IPCA de novembro mostrou aceleração da alta dos preços de transportes para 0,36 por cento, ante 0,17 por cento no mês anterior, pressionado pela inflação de 0,63 por cento da gasolina e de 0,94 por cento do etanol.

“O aumento todo (da gasolina) ficou para dezembro, mas com notícias de que ele iria acontecer, alguns postos começaram a retirar desconto. E ainda teve a pressão do etanol”, destacou Eulina.

De acordo com o IBGE, cada alta de 1 por cento nas bombas de gasolina tem impacto de 0,03 ponto percentual no IPCA.

A aumento de preços da gasolina vai ter impacto no IPCA de dezembro, segundo o diretor de Pesquisas e Estudos Econômicos do Bradesco, Octavio de Barros, que deverá ficar em 0,68 por cento, encerrando o ano com inflação acumulada de 5,66 por cento.

META

Com os resultados, a inflação continua no caminho para encerrar o ano dentro da meta do governo, porém ainda perto do teto, após um ciclo de aperto monetário ainda em curso que já levou a Selic para os atuais 10 por cento. A meta do governo é de 4,5 por cento pelo IPCA, com margem de tolerância de dois pontos percentuais para mais ou menos.

O nível alto de inflação ainda dificulta os esforços do governo para fomentar o crescimento da economia, que encolheu 0,5 por cento no terceiro trimestre ante os três meses anteriores.

Segundo o IBGE, o índice de serviços acelerou a alta a 0,65 por cento em novembro, ante 0,52 em outubro, o que foi destacado por economistas do Espírito Santo Investment Bank, ao lado da elevação do índice de difusão para 68,2 por cento, ante 67,7, considerado ainda um nível elevado.

“Esse cenário reforça nossas preocupações sobre a inflação no médio prazo e a natureza disseminada da recente tendência de alta nos preços domésticos”, escreveram em nota o economista-chefe Jankiel Santos e o economista sênior Flávio Serrano.

Reportagem adicional de Walter Brandimarte, no Rio de Janeiro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below