Ações europeias fecham em alta por dados dos EUA e Nestlé

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013 16:07 BRST
 

Por Toni Vorobyova

LONDRES, 6 Dez (Reuters) - As ações europeias fecharam em alta nesta sexta-feira, interrompendo a série mais longa de perdas em seis meses devido ao rali da ação da companhia suíça de alimentos Nestlé e a dados robustos sobre o mercado de trabalho dos Estados Unidos.

Os EUA geraram 203 mil postos de trabalho fora do setor agrícola no mês passado. Os mercados interpretaram o número --acima das expectativas mas dentro da faixa projetada de entre 125 mil e 230 mil-- como sólido o suficiente para apoiar a recuperação econômica, mas não forte o suficiente para desencadear a redução imediata do estímulo do Federal Reserve, banco central do país.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, chegou a operar em queda antes da divulgação do dado devido a preocupações de que o Fed poderia diminuir o ritmo de compra de títulos já neste mês, passou a subir e fechou em alta de 0,72 por cento, para 1.270 pontos.

"Deixa ao mercado a possibilidade de interpretar o início da redução: agora, em janeiro ou em março são todos (cenários) plausíveis. E é por isso que o mercado está reagindo positivamente", disse o vice-presidente de investimentos do Saxo Bank, Steen Jakokbsen.

"É forte, mas não é forte o suficiente para indicar que a economia está com velocidade sustentável. Não é forte o suficiente para que os integrantes mais expansionistas do Fed tomem uma decisão, mas é provavelmente forte o suficiente para fortalecer as pessoas que querem dar início à redução do estímulo", emendou.

A ação da Nestlé ofereceu o maior impulso ao índice, avançando 1,1 por cento após a companhia informar que está vendendo a fatia de 10 por cento na fabricante de fragrâncias e sabores suíça Givaudan.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 0,83 por cento, a 6.551 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,96 por cento, para 9.172 pontos.   Continuação...