Air Canada está próxima de comprar até 60 jatos, dizem fontes

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013 07:39 BRST
 

(Reuters) - A Air Canada parece próxima de decidir se compra até 60 novos aviões da Airbus ou da Boeing, uma decisão que pode definir qual das fabricantes ganhará a corrida anual por encomendas, disseram fontes da indústria.

A companhia canadense disse que está avaliando a renovação de sua frota de aeronaves de corredor único, que inclui mais de 50 Airbus A320 e A321, assim como 45 aviões 190 da Embraer.

A Air Canada também poderia fazer encomendas adicionais por aviões menores posteriormente, e espera-se que ela compare o novo avião CSeries da canadense Bombardier, com a família de aviões de segunda geração da brasileira Embraer.

O analista da RBC, Walter Spracklin, disse em uma nota a clientes na sexta-feira que a Air Canada poderia potencialmente fazer uma encomenda por 30 aviões CSeries.

Companhias aéreas estão aguardando para fazer decisões de pedidos firmes do CSeries, que começou a ser testado em setembro, até que a Bombardier divulgue dados de voo.

"Dados completos de performance devem ser divulgados dois a três meses", disse Spracklin.

O presidente-executivo da Air Canada, Calin Rovinescu, havia dito anteriormente que esperava que a decisão fosse tomada até o final do ano, observando que ela envolveria mais de 100 aviões.

Um porta-voz da Air Canada disse que nenhuma decisão havia sido tomada, mas duas pessoas familiares com o assunto disseram que a decisão pode ser feita nesta semana, quando o conselho de administração da empresa se reúne.

Fontes da indústria disseram que a Air Canada enfrentaria suas necessidades de renovação de frota em duas fases, começando com uma decisão sobre a possibilidade de ficar com a Airbus para jatos de médio curso, e escolher a versão renovada A320neo, ou mudar para o Boeing 737 MAX.   Continuação...