Dona da Nextel vai cortar mais de 1.400 postos de trabalho

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013 14:49 BRST
 

(Reuters) - A NII Holdings, que fornece serviços de telecomunicações sob a marca Nextel na América Latina, disse que vai cortar mais de 1,4 mil postos de trabalho em suas operações de mercado e mais de 25 por cento da força de trabalho na sede em Virgínia, nos Estados Unidos.

A companhia informou que espera uma economia anual de 50 milhões a 55 milhões dólares com os cortes de empregos, parte de um plano de reestruturação anunciado em outubro para recuperar o mercado tomado por rivais maiores.

Segundo o plano, a empresa também lançará campanhas publicitárias e planos de preços agressivos, além de oferecer smartphones como o Galaxy S4, da Samsung, e o HTC One, da HTC.

A Telefônica Brasil e a América Móvil tem atraído clientes empresariais mais rentáveis da NII com planos de chamadas ilimitadas.

A companhia, que tem operações no México, Brasil, Argentina e Chile, tinha cerca de 16.100 funcionários em dezembro de 2012.

A NII informou ainda que espera desativações de linhas pré-pagas num ritmo mais forte que o esperado anteriormente depois de ter modificado política sobre clientes pré-pagos inativos. A companhia previu perda líquida de cerca de 400 mil clientes no México no quarto trimestre.

A empresa tinha uma base total de 9,7 milhões assinantes até setembro, incluindo 3,7 milhões de usuários no México.