Multa contra Gol poderá chegar a R$5 milhões, diz Anac

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013 19:42 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 9 Dez (Reuters) - A multa que a companhia aérea Gol terá de pagar devido a atrasos e cancelamentos de voos que começaram na quinta-feira e se estenderam até sábado pode chegar a 5 milhões de reais, informou a direção da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) nesta segunda-feira.

Até o momento, a punição estimada para a Gol por falhas na prestação de assistência aos passageiros é de 2,5 milhões de reais, mas, de acordo com o diretor-presidente da Anac, Marcelo Guaranys, o valor poderá superar 5 milhões de reais, após a conclusão de uma auditoria a ser realizada pela agência.

De acordo com a Anac, as falhas no atendimento e nas operações foram ocasionadas por problemas meteorológicos e por falhas no gerenciamento de tripulação da Gol. Houve ainda problemas na assistência aos passageiros nos aeroportos.

Guaranys explicou que, na quinta-feira, em decorrência de problemas meteorológicos, os aeroportos de Guarulhos, Congonhas, Santos Dumont e Galeão ficaram fechados por algumas horas, causando também restrições às operações nos aeroportos de Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre.

Os problemas causaram efeito cascata nos voos de outras companhias, que registraram atrasos e cancelamentos, prejudicando também o início das operações da sexta-feira.

"Entretanto, a Gol não conseguiu administrar o problema com a mesma agilidade das outras empresas, razão pela qual o problema perdurou no sábado e no início do domingo", disse a Anac em comunicado.

Guaranys informou que os atrasos afetaram a tripulação dos voos, tendo em vista que que pilotos e comissários de bordo têm uma carga limite diária de atuação.

A empresa teve dificuldades para viabilizar profissionais para trabalhar nas rotas. Segundo comunicado da Anac, será realizada uma auditoria para verificar o processo de gerenciamento de tripulação da Gol.

"Não vamos admitir esse tipo de falha, que compromete a prestação do serviço. Sempre que isso ocorrer, a Anac vai cobrar ações imediatas das empresas", disse Guaranys.   Continuação...