Dados da China em novembro mostram que economia caminha para meta em 2013

terça-feira, 10 de dezembro de 2013 07:26 BRST
 

PEQUIM, 10 Dez (Reuters) - O crescimento da produção industrial e do investimento na China desacelerou levemente em novembro enquanto as vendas no varejo cresceram no ritmo mais forte neste ano, mostraram dados oficiais, sugerindo que a economia está a caminho de alcançar a meta de expansão do governo este ano.

A produção industrial cresceu 10,0 por cento em novembro, mínima de quatro meses e ligeiramente abaixo das expectativas do mercado, informou nesta terça-feira a Agência Nacional de Estatísticas.

As vendas no varejo, importante medida do consumo doméstico, subiram 13,7 por cento em novembro ante o ano anterior. Esse foi o crescimento mais rápido desde dezembro, e superou as expectativas do mercado.

O investimento em ativo fixo, importante motor da atividade econômica, avançou 19,9 por cento nos 11 primeiros meses ante o mesmo período do ano passado, aumento mais fraco em uma década.

Economistas consultados pela Reuters esperavam que a produção industrial tivesse subido 10,1 por cento e que as vendas no varejo avançassem 13,3 por cento. A alta do investimento em ativos fixos era estimada em 20 por cento.

"A produção industrial permaneceu em um nível relativamente alto, sugerindo que o ímpeto do crescimento no curto prazo é bastante estável", disse Nie Wen, economista do Hwabao Trust.

Os dados foram divulgados depois que líderes chineses deram início a uma reunião a portas fechadas para detalhar seus planos econômicos e de reformas para 2014.

A expectativa é de que a economia cresça a uma taxa anual de 7,6 a 7,7 por cento em 2013, ante meta do governo de 7,5 por cento.

Outros dados mostraram que o investimento imobiliário aumentou 19,5 por cento nos 11 primeiros meses de 2013 ante o ano anterior, acelerando em relação aos 19,2 por cento de janeiro a outubro.