GM vê crescimento similar ao chinês no mercado de autos da Indonésia

terça-feira, 10 de dezembro de 2013 11:51 BRST
 

JACARTA, 10 Dez (Reuters) - A General Motors, a segunda maior montadora do mundo, está tentando quebrar o domínio japonês sobre o mercado de carros familiares populares na Indonésia, onde a empresa vê o próximo boom depois da China, disse um executivo sênior.

Apesar de já estar presente na Indonésia 30 anos antes da chegada da japonesa Toyota e suas afiliadas incluindo a Daihatsu Motor, a empresa norte-americana é apenas uma pequena jogadora na maior economia do sudeste asiático.

A companhia dos Estados Unidos vendeu cerca de 12 mil carros de janeiro a outubro deste ano, quando a Toyota, a maior montadora do mundo, vendeu mais de 350 mil no mesmo período.

A GM está apostando em veículos versáteis, veículos esportivos utilitários e carros compactos para diminuir a distância entre ela e as rivais japonesas, disse Michael Dunne, que se tornou presidente das operações da empresa na Indonésia em setembro.

"O aspecto mais animador sobre a Indonésia é que me lembra da China há cerca de doze anos, no começo dos anos 2000", disse Dunne, um ex-consultor de carros que também é autor de um livro sobre a estratégia da General Motors na China, à Reuters em uma entrevista nesta terça-feira.

Algumas estimativas sobre vendas na Indonésia dizem que elas dobrarão durante os próximos três anos.

(Por Eveline Danubrata e Jonathan Thatcher)