Ações da EADS disparam com nova política de dividendos e meta para A350

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013 15:00 BRST
 

PARIS, 11 Dez (Reuters) - A EADS, controladora da Airbus, comprometeu-se a demonstrar um "forte compromisso com os retornos aos acionistas" em dividendos futuros e anunciou uma impacto menor do que o esperado sobre a meta de lucro pelo desenvolvimento inicial do jato A350, levando suas ações a dispararem.

Às 14h14 (horário de Brasília), as ações da empresa subiam 7,16 por cento na bolsa de Paris.

A companhia aeroespacial disse que uma política de dividendos que será definida nesta quarta-feira teria como "meta um crescimento sustentável no dividendo" dentro de um percentual de 30 a 40 por cento do lucro.

A EADS reafirmou sua meta de margem operacional em 10 por cento até 2015 antes de itens não recorrentes e excluindo diluição de custos do desenvolvimento do A350.

Incluindo o A350, a meta passa para 7 a 8 por cento de margem, disse a empresa em um comunicado anual de investidores.

O presidente-executivo Tom Enders disse a analistas que o desenvolvimento do A350 está "progredindo bem" e reafirmou os planos de colocar o jato leve em serviço no segundo semestre de 2014.

(Por Tim Hepher e Blaise Robinson)