Bovespa deve fechar 2013 com pior desempenho em relação às bolsas dos EUA em 15 anos

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013 16:46 BRST
 

Por Priscila Jordão

SÃO PAULO, 11 Dez (Reuters) - Se mantiver nos próximos 20 dias o desempenho que tem tido ao longo deste ano, o Ibovespa deve encerrar 2013 com sua pior performance em relação às bolsas norte-americanas em quinze anos.

O principal índice brasileiro de ações acumula queda no ano até o fechamento de terça-feira de 16,34 por cento-- de longe a pior performance entre os principais índices acionários do mundo.

No mesmo período, o índice Dow Jones acumula alta de 21,89 por cento, uma diferença de 38 pontos percentuais em relação ao Ibovespa. Em dólares, a queda anual do Ibovespa é ainda maior, de 26,15 por cento.

Essa diferença negativa é a maior desde 1998, quando a bolsa brasileira foi afetada por uma crise de confiança em relação aos mercados emergentes, após a moratória da Rússia. Naquele ano, o Ibovespa caiu 33,5 por cento e o Dow Jones subiu 16,1 por cento, diferença de 49,6 pontos percentuais.

A diferença negativa do Ibovespa também é a maior em uma década e meia em relação ao índice S&P 500.

Em 2013, os índices acionários norte-americanos quebraram repetidamente máximas históricas, movidos por indicadores de recuperação no país e amparados pelo programa de estímulos do Federal Reserve, banco central local, que compra mensalmente 85 bilhões de dólares em títulos, injetando liquidez no mercado.

Já no Brasil, o crescimento econômico menor que o esperado e temores fiscais levaram a bolsa a seguir trajetória oposta.

Na avaliação do analista sênior do BB Investimentos, Hamilton Alves, esse descolamento se acentuou quando a agência de classificação de risco Standard & Poor's revisou, em junho, a perspectiva do rating soberano do Brasil de estável para negativa, citando o fraco crescimento e a política fiscal expansionista.   Continuação...