Dólar sobe mais de 1% e encosta em R$2,34, em movimento de ajuste

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013 17:11 BRST
 

Por Tiago Pariz e Marília Carrera

SÃO PAULO, 11 Dez (Reuters) - O dólar fechou com alta de mais de 1 por cento ante o real nesta quarta-feira, em um movimento de ajuste após quatro pregões de queda e diante da expectativa de mais sinais do Federal Reserve, banco central norte-americano, sobre o futuro de seu programa de estímulo na próxima semana.

O dólar avançou 1,29 por cento, a 2,3385 reais na venda, chegando a bater 2,3445 reais na máxima do dia. É a maior alta para a divisa no fechamento desde 21 de novembro, quando subiu 1,64 por cento. Segundo dados da BM&F, o volume de negociação ficou em cerca de 820 milhões de dólares.

"O mercado caiu muito e aí deu uma retomada para ajustar as posições. Como o mês é mais curto, estamos vendo pressão total de saídas de empresas", afirmou o superintendente de câmbio da Intercam Corretora, Jaime Ferreira.

Nas quatro sessões anteriores, o dólar acumulou queda de 3,36 por cento, voltando a 2,30 reais, patamar que foi visto como atrativo para os investidores comprarem dólares para remeter em forma de lucro e dividendos.

A desvalorização ocorreu diante da certeza de que o Banco Central continuará intervindo no mercado cambial do próximo ano e com a realização da rolagem antecipada dos contratos de swap cambial tradicional que vencem no início de janeiro

O presidente do BC, Alexandre Tombini, anunciou na semana passada que o programa cambial será estendido para além deste ano. Os detalhes sobre o funcionamento da intervenção serão divulgados no fim da próxima semana.

Nesta sessão, o BC vendeu a oferta total de 20 mil swaps na terceira etapa de rolagem dos swaps cambiais tradicionais --equivalentes a venda de dólar futuro-- no valor equivalente de 9,93 bilhões de dólares que vencem em janeiro. Com isso, a autoridade monetária já rolou cerca de 30 por cento do lote total.

O BC também deu sequência pela manhã ao cronograma de atuações diárias com a venda de 4.750 contratos com vencimento em 5 de março e 5.250 contratos para 2 de junho de 2014. O volume financeiro do leilão foi de 497,4 milhões de dólares.   Continuação...