Produção industrial da zona do euro cai inesperadamente em outubro

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013 08:36 BRST
 

Por Martin Santa

BRUXELAS, 12 Dez (Reuters) - A produção industrial da zona do euro surpreendeu ao cair com força em outubro, em um novo alerta quanto à fragilidade da recuperação econômica do bloco.

A produção industrial nos 17 países de moeda única recuou 1,1 por cento na comparação mensal, a maior queda mensal desde setembro do ano passado, mostraram dados da agência de estatísticas da União Europeia (UE), Eurostat, nesta quinta-feira.

Analistas consultados pela Reuters esperavam aumento de 0,3 por cento depois de queda revisada de 0,2 por cento em setembro.

A recuperação econômica da economia de 9,5 trilhões de euros quase chegou a ser interrompida no terceiro trimestre e a perspectiva continua incerta por causa do desemprego em máxima em recorde, e da fraca confiança empresarial e do consumidor.

A queda mensal deveu-se a uma redução de 4,0 por cento na produção energética, que é altamente volátil; seguida de queda de 2,4 por cento na produção de bens duráveis, como automóveis e eletrônicos; e a produção de bens de capital caiu 1,3 por cento.

Em comparação com o mesmo período do ano passado, a produção industrial de outubro cresceu 0,2 por cento pelo segundo mês seguido.

Na Alemanha, a maior economia da Europa, a produção industrial caiu 1,2 por cento na base mensal, a maior queda desde julho, enquanto a produção na segunda maior economia da região --a França-- recuou 0,3 por cento na comparação mensal pelo segundo mês consecutivo.