Cisco vê recuperação nos EUA e desafios no Brasil e Rússia

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013 13:36 BRST
 

NOVA YORK, 12 Dez (Reuters) - O presidente da Cisco Systems Inc, John Chambers, disse nesta quinta-feira que está começando a ver o mercado dos Estados Unidos se recuperar, mas citou desafios em economias emergentes como Rússia e Brasil.

Chambers disse em uma conferência com analistas em Nova York que os mercados emergentes estão "extremamente desafiadores" no momento, mas que espera crescimento de 6 a 10 por cento nessas regiões quando os mercados se recuperarem.

Sobre o mercado norte-americano, Chambers citou boas perspectivas de crescimento para o mercado corporativo, diante de alta de 20 por cento das vendas neste segmento.

A Cisco chocou o mercado em 13 de novembro ao avisar que a receita cairia 10 por cento neste trimestre e poderia seguir caindo por vários trimestres. A companhia culpou desde a fraqueza da economia até problemas específicos da empresa, como perda de participação de mercado em equipamentos de rede.

Alguns investidores disseram antes do encontro que queriam mais detalhes sobre os motivos que deixaram as previsões financeiras da Cisco tão enfraquecidas. Chambers disse que a "vasta maioria" dos motivos se deve a temas de mercado e não a questões específicas da Cisco. (Por Sinead Carew)

 
O logotipo da Cisco em um edifício em Pequim. O presidente da Cisco Systems Inc, John Chambers, disse nesta quinta-feira que está começando a ver o mercado dos Estados Unidos se recuperar, mas citou desafios em economias emergentes como Rússia e Brasil. 14/11/2013 REUTERS/Kim Kyung-Hoon