Vendas de café do Brasil destravam e avançam 2,6 mi sacas em novembro

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013 16:25 BRST
 

SÃO PAULO, 13 Dez (Reuters) - Os produtores brasileiros de café venderam cerca de 2,6 milhões de sacas de café arábica ao longo do mês de novembro, com uma melhora dos preços internacionais colaborando para a realização de negócios, disse nesta sexta-feira a consultoria Safras & Mercado.

O levantamento mostra que, até 30 de novembro, 51 por cento da safra 2013/14 de arábica, colhida nos últimos meses, foi comercializada, somando 19,21 milhões de sacas.

Houve um avanço de sete pontos percentuais ante a comercialização estimada até o final de outubro. Mesmo assim, as vendas estão atrasadas ante a média de cinco anos, de 65 por cento, para o período.

"Depois de um começo de mês travado e preocupante, a melhora no preço e a maior flexibilidade do vendedor ajudou a ativar os negócios e dar ritmo à comercialização", o analista Gil Barabach, da Safras.

Após atingir a mínima de sete anos no dia 6 de novembro, as cotações do arábica em Nova York reagiram levemente nas últimas semanas. Nesta sexta-feira, os preços bateram a máxima de sete semanas.

O dólar subiu cerca de 5 por cento ante o real desde o início de novembro, fator que também incentiva o fechamento de negócios.

Em relação à safra total do Brasil em 2013/14, incluindo as variedades arábica e robusta, a Safras estima que as vendas tenham atingido 55 por cento até o final de novembro, contra 49 por cento em outubro, 56 por cento no ano passado e abaixo da média de cinco anos, de 65 por cento.

(Por Gustavo Bonato)