Bernanke diz que legitimidade do Fed depende de comunicação pública

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013 17:13 BRST
 

Por Jonathan Spicer

16 Dez (Reuters) - O Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, precisa explicar claramente suas decisões para os norte-americanos e convencê-los de que as medidas são do interesse deles, disse nesta segunda-feira o chairman da instituição, Ben Bernanke, sem especificamente discutir política monetária ou a economia do país.

Bernanke, em declarações preparadas para evento celebrando o centenário do Fed, disse que a legitimidade e a independência do banco central dependem de comunicação de duas mãos com o público.

O Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) se reúne nestas terça e quarta-feira e pode decidir reduzir o ritmo de compra mensais de ativos, atualmente em 85 bilhões de dólares ao mês, se acreditar que a economia está forte o suficiente para aguentar menos estímulos.

Bernanke, que deixará o posto de chairman em 31 de janeiro, disse que o trabalho do Fed para atingir a recuperação total dos EUA após a recessão de 2007 a 2009 "ainda está em curso".

Mas a capacidade do banco central de "fazer e implementar decisões como essa depende do entendimento e aceitação do público de nossas ações", acrescentou ele em evento a que compareceram os ex-chairmen do Fed Paul Volcker e Alan Greenspan.

"Por esse motivo, precisamos continuar a enfatizar dois outros valores essenciais: transparência e responsabilidade", adicionou ele.

"Em última instância, a legitimidade de nossas políticas depende do entendimento e do apoio do amplo público norte-americano, cujos interesses estamos trabalhando para servir", afirmou Bernanke.

O Fed completará 100 anos na próxima semana.