Dólar cai 0,26% ante real, com mercado atento ao Fed e ao BC

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013 18:39 BRST
 

Por Marília Carrera

SÃO PAULO, 16 Dez (Reuters) - O dólar fechou em queda ante o real nesta segunda-feira, com investidores de olho na reunião do Federal Reserve, banco central norte-americano, nesta semana e sob as constantes intervenções do Banco Central no mercado de câmbio.

A moeda norte-americana recuou 0,26 por cento, a 2,3295 reais na venda, depois de cair mais de um por cento e atingir 2,3106 na mínima do dia. Segundo dados da BM&F, giro financeiro ficou em torno de 1,5 bilhão de dólares.

Às vésperas da última reunião do ano do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) do Fed, investidores evitaram fazer grandes negociações no mercado. Na reunião, cujo resultado será divulgado na quarta-feira, as autoridades do BC norte-americano poderão decidir reduzir o ritmo mensal de compra de ativos, o que afetaria a liquidez mundial.

"Depois de amanhã será o grande dia. Até lá, o mercado vai se manter de lado, com todo mundo aguardando o que vai acontecer com o programa de estímulos dos EUA", disse o superintendente de câmbio da Advanced Corretora, Reginaldo Siaca.

No cenário doméstico, a queda do dólar foi auxiliada pela constante intervenção do BC no mercado de câmbio.

"O BC continua com as rações diárias e já deu sinais de que não vai parar tão cedo. Isso ajuda a tirar um pouquinho da pressão sobre o dólar", afirmou o tesoureiro de um banco nacional.

Nesta segunda-feira, o BC deu continuidade ao seu programa de intervenções cambiais, com a venda de 750 contratos de swap tradicional --equivalentes a venda futura de dólares-- com vencimento em 5 de março e 9.250 contratos com vencimento em 2 de junho. O volume financeiro foi de 459,3 milhões de dólares.

Após o fechamento, a autoridade monetária anunciou ainda que fará na terça-feira outro leilão de swap tradicional previsto pelo cronograma de intervenções diárias, ofertando entre 9h30 e 9h40 até 10 mil contratos com vencimentos em 5 de março e 1º de julho de 2014. O restulado será conhecido a partir das 9h40, informou o BC.   Continuação...